Mulheres abrem jurisprudência a indenização por comentário ofensivo em rede social

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes

— Matéria publicada no Portal Folha de S. Paulo — 

facebook danos morais

Uma pessoa que compartilha comentários ou notícias ofensivas no Facebook pode ter que pagar indenização à pessoa que se sente atingida. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça de SP.

PARA TODOS
O desembargador José Roberto Neves Amorim, relator do processo, diz que a decisão é inédita. E afirma que ela será recomendada como jurisprudência, para que seja aplicada em casos semelhantes que cheguem ao tribunal.

FALA SÉRIO
A disputa envolveu um veterinário acusado de negligência no tratamento de uma cadela que seria castrada. A informação, não comprovada, foi compartilhada e “curtida” na rede por duas mulheres que foram condenadas a pagar R$ 20 mil. “Há responsabilidade dos que compartilham mensagens e dos que nelas opinam de forma ofensiva”, diz Amorim. Para ele, o Facebook deve “ser encarado com mais seriedade e não com o caráter informal que entendem as rés”.

 

Leia mais:

Usuário ofendido em rede social não receberá indenização do Google por danos morais

LEIA TAMBÉM
COMENTE

0 resposta para “Mulheres abrem jurisprudência a indenização por comentário ofensivo em rede social”

  1. […] Mulheres abrem jurisprudência a indenização por comentário ofensivo em rede social […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.