Fazer exercícios direcionados por temas

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes

— Texto Publicado no blog do autor —

Por Rogerio Neiva

rogerio_neiva 2014

A realização de exercícios pode proporcionar uma grande contribuição aos estudos. Esta compreensão é consenso entre concurseiros e também é sustentada por vários fundamentos psicopedagógicos. A presente técnica de estudo pode ter várias finalidades e ser realizada a partir de várias estratégias. Dentre estas, realizar exercícios de forma direcionada (e não aleatória) tem grande importância e pode proporcionar uma significativa contribuição aos estudos.

A técnica da realização de exercícios é fundamental. E isto poucas pessoas refutam. As principais finalidades dos exercícios são duas: (1) proporcionar a reiteração do contato intelectual com o conteúdo estudado; (2) identificar a falta de domínio de determinados conteúdos, que podem ter sido estudados ou não.

Por outro lado, pensando em termos de estratégia, os exercícios podem ser feitos de forma aleatória ou direcionada. Fazer exercícios de forma aleatória é o que acontece quando pegamos uma prova qualquer e começamos a resolver. Fazer exercícios de forma direcionada é quando elegemos um determinado assunto, como por exemplo o assunto que estudamos recentemente, e passamos à resolução de uma bateria de questões.

Pensando nas finalidades e estratégias, a identificação dos assuntos que não dominamos a partir dos exercícios é muito importante para termos consciência das nossas fraquezas e deficiências. E esta finalidade dos exercícios pode ser viabilizada a partir da estratégia de realização de provas, ou seja, na prática fazer exercícios de maneira aleatória. E isto também se relaciona com o que chamo de diagnóstico da reprovação, isto é, a análise de quais questões que erramos na prova e a apuração dos erros decorrentes da falta de domínio de determinados assuntos, bem como a identificação da causa desta falta de domínio, isto é, se decorre da falta de estudo ou da falta de recordação (clique aqui para saber mais sobre o Diagnóstico da Reprovação).

Mas pensando na finalidade de reiteração do contato com o conteúdo estudado, uma estratégia bastante eficaz consiste na realização de exercícios de forma direcionada. Ou seja, estuda-se um determinado assunto e após submete-se a uma bateria de exercícios. Isto pode ser feito imediatamente após o estudo ou não, ou seja, alguns dias depois.

Isto é muito importante e eficaz para a formação das memórias de longo prazo. Neste caso, entra em ação dois dos fatores estratégicos para a formação da memória de longo prazo.

O primeiro consiste na repetição, pois no caso promove-se uma reiteração de contato intelectual com o assunto estudado. O segundo consiste na consistência cognitiva, pois ao tomarmos contato com determinada informação por outro meio, estamos promovendo uma nova mobilização e elaboração cognitiva e intelectual, envolvendo um mesmo assunto. Isto porque estudamos anteriormente o assunto num livro ou na aula, e posteriormente fazemos exercícios deste mesmo assunto.

Há ainda uma terceira finalidade positiva que pode ser considerada. É que esta experiência proporciona ao candidato maior familiaridade com a realização de questões. Ou seja, exerce o papel de treino.

Não por acaso, no estudo publicado ano passado pela Associação de Psicologia Científica dos EUA sobre Técnicas de Estudos (“Improving Students’ Lerarning With Effetive Learning Techniques”), a realização de exercícios foi considerada, pelos mesmos motivos, uma das técnicas de estudo de maior utilidade.

Alem do mais, ao fazer exercícios de forma direcionada, também e possível identificar temas que, mesmo tendo sido estudados, ainda não estão dominados.

Mas para isto, é importante contar com algum recurso que permita o levantamento de exercícios de forma temática.

Portanto, pense na possibilidade de agregar aos seus estudos esta estratégia, a qual pode reforçar o que não apenas pode ajudar na consolidação do que foi estudado, como também a identificar o que precisa contar com algum reforço.

Obra do autor

A obra “Como se preparar para Concursos Públicos com Alto Rendimento”, do autor Rogerio Neiva, oferece meios eficientes e racionais para você buscar sua aprovação em concursos e exames. Ele é fruto da experiência de alguém que viveu e vive intensamente há mais de uma década a preparação para o concurso público. (Saiba mais)

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.