Qual a diferença entre vigia e vigilante?

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
segurança

O vigia não se confunde com o vigilante.

O vigilante, de forma específica, é regido pela Lei 7.102/1983.

São considerados como segurança privada as atividades desenvolvidas em prestação de serviços com a finalidade de: proceder à vigilância patrimonial das instituições financeiras e de outros estabelecimentos, públicos ou privados, bem como a segurança de pessoas físicas; realizar o transporte de valores ou garantir o transporte de qualquer outro tipo de carga.

Vigilante, assim, é o empregado contratado, justamente, para a execução das referidas atividades.

Para o exercício da profissão, o vigilante deve preencher os seguintes requisitos: ser brasileiro; ter idade mínima de vinte e um anos; ter instrução correspondente à quarta série do primeiro grau; ter sido aprovado, em curso de formação de vigilante, realizado em estabelecimento com funcionamento autorizado nos termos desta lei; ter sido aprovado em exame de saúde física, mental e psicotécnico; não ter antecedentes criminais registrados; e estar quite com as obrigações eleitorais e militares.

Frise-se que a vigilância e o transporte de valores devem ser executados por empresa especializada contratada, ou pelo próprio estabelecimento financeiro, desde que organizado e preparado para tal fim, com pessoal próprio, aprovado em curso de formação de vigilante autorizado pelo Ministério da Justiça e cujo sistema de segurança tenha parecer favorável à sua aprovação emitido pelo Ministério da Justiça.

Diversamente, o vigia, que normalmente realiza atividades de fiscalização dos locais, não é regido pela referida Lei 7.102/1983, não se exigindo, assim, os requisitos nela determinados, acima indicados.

 

VIGIA E VIGILANTE. DIFERENCIAÇÃO. A função do vigilante se destina precipuamente a resguardar a vida e o patrimônio das pessoas, exigindo porte de arma e requisitos de treinamento específicos, nos termos da lei nº 7.102/83, com as alterações introduzidas pela lei nº 8.863/94, exercendo função parapolicial. Não pode ser confundida com as atividades de um simples vigia ou porteiro, as quais se destinam à proteção do patrimônio, com tarefas de fiscalização local. O vigilante é aquele empregado contratado por estabelecimentos financeiros ou por empresa especializada em prestação de serviços de vigilância e transporte de valores, o que não se coaduna com a descrição das atividades exercidas pelo autor, ou seja, de vigia desarmado, que trabalhava zelando pela segurança da reclamada de forma mais branda, não sendo necessário o porte e o manejo de arma para se safar de situações emergenciais de violência.” (TRT-3ª Reg., 6ª T., RO-00329-2014-185-03-00-6, Rel. Juíza Convoc. Rosemary de Oliveira Pires, DEJT 14.07.2014).

LEIA TAMBÉM
COMENTE

6 respostas para “Qual a diferença entre vigia e vigilante?”

  1. Alessandro Martins disse:

    Várias prefeituras estão fazendo concurso de vigia (SC)…sendo que estão cobrando o curso de vigilante ou experiência de vigia em carteira de trabalho…sendo que na hora do pagamento vem como vigia (não pagando o piso de vigilante) e cobrando a mesma função… Sou servidor público (vigia) e não sei como proceder.Tenho o curso de vigilante…

  2. Ronaldo Mendes disse:

    Olá meu nome é Ronaldo, sou vigilante, com.registro em carteira atualmente trabalha como vigia noturno desarmado, sobre a diferença acima de vigia e vigilante,pode ser .
    Mas o fato é que depende do local de trabalho ,do vigia,por exemplo onde trab vício património de valor ,tinha que ter no.mínimo porte de arma para esta função,vcs não acham.

  3. Fernando Gedeon disse:

    para ser vigilante só precisar ter a 4 serie completa, exige menos escolaridade do que um porteiro que tem que ter o ensino medio

  4. André Tavares disse:

    Sou vigia noturno? Trabalho 12×36.
    Não tenho uma cobertura para ficar, faço as rodas no condomínio todo depois fico na neblina frio vento a noite toda.
    Isso é certo

  5. André Tavares disse:

    Trabalho particular para o condomínio ,o condomínio não tem um síndico?
    Tem um morador no condomínio que é responsável pelos os rondas,esse morador só puxa melhoria de segurança mais para a casa dele, não tem uma reunião para organizar as coisas

  6. José gerson de sales disse:

    está errado amigo eu exéço também á função e é tudo nos conformes diurno ou notur tem que ter cobertura !

Deixe uma resposta para André Tavares Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *