Gramática do dia a dia: Emprego do Hífen

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
joseval_hifen

Olá Pessoal!

No artigo anterior, aprendemos a acentuar os verbos ter, vir, dar, ler, crer e ver. No que diz respeito ao exercício, a opção correta é a letra “e”. A oração que contém erro de acentuação é: A advogada têm de elaborar a petição inicial. Corrija para: A advogada tem de elaborar a petição inicial.  Relembrando: Ela tem, Elas têm.

O emprego do hífen causa algumas dúvidas. Estudemos aqueles que são frequentemente utilizados na linguagem forense: contra, infra e supra.

Esses prefixos terminam em vogal, por isso exigem hífen:

a) diante de -h: contra-habitual, infra-hepático, supra-hepático;

b) diante da mesma vogal com que terminam: contra-acusar, infra-assinar, supra-atmosférico.

Os prefixos contra, infra e supra não admitem hífen nestes casos:

a) diante de consoante que não seja a letra -h. Se a segunda palavra começar com a letra -r ou -s, dobram-se essas letras: contrarrazões, contrassaudação, infrarrenal, infrassessão, suprarrealista, suprassensível;

b) diante de vogal diferente daquela com que eles terminam: contraedito, infraestrutura, supraorbitário.

Observe ainda as seguintes palavras: anti-inflamatório, auto-observação, contra-ataque, mal-entendido, mal-humorado, microeconomia, micro-ondas, preestabelecer, reeditar.

Vamos ao exercício? Resposta no próximo artigo. Até lá!

[polldaddy poll=”8494983″]

 


Veja também:

 

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Uma resposta para “Gramática do dia a dia: Emprego do Hífen”

  1. Nathalia disse:

    Excelente coluna! Escrevemos errado palavras que exigem correções de certo modo simples. Obrigada professor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.