Feliz Ano Igual

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes

shutterstock_234548464

Novo/igual ano e os tempos verbais para o Exame de Ordem

Quando chega o fim do ano, temos o balanço do que fizemos e do que quisemos; fazemos o balanço do que sonhamos e do que conquistamos.

Então, como se rodássemos uma roleta do futuro, olhamos para o próximo ano e pensamos no que será diferente, novo… enfim, o que será que será?

Antes de pensar no passado como o que foi, ou no futuro do que será, vamos falar desse tempo verbal que não gratuitamente tem esse nome: O PRESENTE.

O presente é o tempo de que mais gostamos, sentimos e podemos saborear. Muitas vezes, porém, em nome de um futuro melhor ou de um passado que não volta mais, acabamos por deixar o presente virar passado e, assim, não conseguimos construir nenhum futuro – isso se chama arrependimento.

É exatamente nesse tempo verbal que precisamos nos debruçar, deitar, rolar, amassar, namorar e viver.

Isso não significa um convite ao viver agora sem futuro ou sem passado, mas viver agora de forma plena a ponto de termos um futuro cada vez melhor e um passado que nos orgulhe de ter vivido.

Novamente, o que isso tem de relação com um concurso ou um Exame de Ordem. Apenas tudo.

O sabor de saber nos revela a abertura de portas que jamais serão fechadas. Aquele que apreende nunca mais consegue se enjaular em preconceitos.

Aprender, entender, assimilar e compreender são palavras que libertam aquele que estava aprisionado sem saber. E é aprendendo que escolhemos, e, ao escolhermos uma porta do saber, várias outras se apresentam; e a vida é um abrir e fechar de portas que se revela cada vez mais interessante e infindável.

Não podemos querer abrir as portas de amanhã quando o hoje ainda não nos apresentou as portas que devemos escolher antes.

Não podemos fechar as portas de ontem, porque essas portas não se fecham; incorporam-se à nossa história.

Existem pessoas que querem advogar ou se inscrever na OAB sem sequer ter aberto as portas que antecedem esse ato, e essas portas são do saber.

E se me permitem uma dica, abram as portas do presente com olhos saborosos pelo saber, estudem para o exame em 2015 com a vontade de aprender e não só de passar. Garanto que seu presente será bem mais interessante em seu futuro.

Que venha este ano, que não seja igual, que já não nasça velho!

Feliz ano-novo…

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *