Faltam dez dias para a prova. Você está preparado?

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
15mar

“Dá tempo de aprender tudo? Ou já não dá mais tempo de aprender nada?”. Hoje, dia 5 de março, começa a contagem regressiva de dez dias para a 1ª Fase do XVI Exame de Ordem, no dia 15. É hora de intensificar, de reduzir ou parar o ritmo de estudos? Professor de Ética e especialista na seleção da OAB, Alvaro de Azevedo Gonzaga explica que usar bem esse período faz toda a diferença no resultado final da prova.

“Em primeiro lugar é preciso deixar claro que esses dez dias podem transformar um candidato de uma ‘situação de reprovação’ para uma ‘situação de aprovação’. Por isso, não se deve deixar os estudos de lado, pois esta reta final tem grande influência no resultado que será obtido. O meu conselho é que o candidato ou a candidata monte um plano, um cronograma de como vai usar esse último período antes do Exame”, orienta Alvaro.

Este cronograma, de acordo com o professor, deve ser feito com base em um diagnóstico, uma análise de como está o seu nível de preparação. “A melhor maneira de se avaliar é resolvendo um simulado ou uma prova anterior. Acertar mais de 40 questões é um bom indicativo, pode te tranquilizar e mostrar que é possível criar uma ‘reserva’. Se você acertou menos, você sabe no que precisa evoluir e ainda há tempo para isso”, observa.

O professor Alvaro faz a ressalva de que esse resultado não é definitivo, servindo como uma radiografia de como o candidato está, indicando no que melhorar e também mostrar o que deu certo durante a preparação.

Após isso, o segundo passo é definir quais materiais estudar, no que é preciso dar mais ou menos foco. “Sem sombra de dúvida, Ética deve receber uma atenção especial de qualquer candidato, porque a relação quantidade de questões e de assuntos cobrados é a mais positiva para a aluna ou aluno: são 12 questões que cobram um conteúdo menos extenso quando comparada às outras matérias”, ensina.

“Em uma hora, uma hora e meia, o bacharel consegue ler o Estatuto da Ordem e o Código de Ética. Se em três, dos dez dias que ainda faltam, você ler os dois, pelo menos uma vez por dia, dá para chegar muito forte na prova!”

Outra prioridade de estudo é revisar a disciplina escolhida para a 2ª Fase e, em paralelo, combinar o estudo das disciplinas com maior incidência como Direito Penal, Direito Civil e Direito do Trabalho e a parte processual de cada uma delas. “A matéria da 2ª Fase é um tema que, provavelmente, você domina mais, então vale a pena revisar um pouco; outra coisa é dar mais atenção para essas disciplinas que são cobradas em grande quantidade”.

Direito Administrativo e Direito Constitucional, com sete questões cada, não devem ser deixadas de lado, lembra. “Como são temas ligados ao direito público, o estudo deles é ‘casado’, vale a pena ter um cuidado especial. Matérias como Direito do Consumidor ou Direito Internacional, que têm dois ou três testes, o importante é o aluno conhecer os princípios, o que orienta essas leis. Filosofia, por exemplo, sempre há uma questão de interpretação de texto”.

Por fim, o professor Alvaro Gonzaga também aconselha as candidatas e os candidatos do que não devem fazer. “O sábado não é hora de resolver simulado. Esse é um momento de se tranquilizar. Assistir ao Super Revisão Final, do Curso Forum, é uma boa forma para manter a tranquilidade e reforçar o que aprendeu. Conversar com a família e com os amigos que vão prestar a prova também é importante. E, para finalizar, não é hora de ir para a balada nem virar a noite estudando. Boa sorte!”

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *