Procrastinação, elimine esse hábito da sua vida [Agora!]

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
shutterstock_240980878

Você já deve ter percebido que alguns Hábitos que você possui estão atrasando sua aprovação.

Se não percebeu ainda, leia este artigo e entenda por que Eliminando O Hábito de Procrastinar seu nome aparecerá mais rápido no D.O.U.

Quando terminar de ler este artigo, recomendo fortemente que leia outro que fiz para este site, é só clicar aqui. Se você conseguir ler os dois em sequência, terá entendido muito bem o que é não procrastinar.

#PROCRASTINAÇÃO

Procrastinar é, basicamente, deixar para DEPOIS o que você DEVERIA FAZER AGORA.

  • Tenho que ler hoje aquele artigo sobre Terceirização Ilícita, mas posso fazer isso no fim de semana, pois estarei mais descansado.
  • Irei retornar aos estudos depois de assistir a este último episódio.
  • Quando o edital sair vou dobrar minhas horas de estudo.

Algo de familiar nisso?

Pois é, diariamente nos pegamos deixando para depois algo que deveríamos fazer, e isso vai se acumulando ao ponto de nos deixar mal, com um sentimento de culpa, achando que não temos força de vontade suficiente.

O primeiro passo é tentar entender por que procrastinamos, entendendo os motivos, fica mais fácil nos livrar desse mal.

Depois disso lhe darei 03 DICAS que lhe ajudarão muito a combater a procrastinação.

Por fim, mostrarei alguns “pensamentos” que possuímos e como isso pode influenciar o nosso mau hábito de procrastinar.

Depois da leitura desse artigo tenho a certeza que você mudará sua atitude frente a muitos de seus hábitos procrastinadores.

Mas vamos lá.

O autor M. Miguel traz em seu livro “A fórmula para acabar com Procrastinação” algumas das principais causas da procrastinação.

#ANSIEDADE

Há pessoas que se sentem ansiosas só em pensar em começar algo, muitas vezes esse sentimento é capaz de paralisar por completo qualquer ação que envolva começar a atividade.

Na verdade, esse problema é tão sério que a ajuda de um profissional é muito importante quando o concurseiro não consegue se livrar sozinho desse sentimento.

Converso com bastante concurseiros e vejo que a Ansiedade está cada vez mais presente.

No site do Dr. Drauzio Varella encontramos os seguintes sintomas para esta doença:

Os sintomas podem variar de uma pessoa para outra. Além dos já citados (inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração, tensão muscular) existem outras queixas que podem estar associadas ao transtorno da ansiedade generalizada: palpitações, falta de ar, taquicardia, aumento da pressão arterial, sudorese excessiva, dor de cabeça, alteração nos hábitos intestinais, náuseas, aperto no peito, dores musculares.

Veja se este não é o seu caso e se precisar não tenha vergonha de pedir ajuda.

#BAIXA AUTOESTIMA

Não acreditar no seu potencial é o maior mal que você pode fazer a si mesmo.

Dentre os inúmeros problemas que isso pode trazer um deles é procrastinar por achar que não irá conseguir executar a tarefa.

Conheço muita gente, mas muita mesmo que não se empenha como deveria por pensar que não irá conseguir.

Essas pessoas deixam de estudar, matricular-se em um curso, comprar livros, tudo por não acreditarem que são capazes de realizar seus sonhos.

#PERFECCIONISMO

Há pessoas que tendem a por algo em prática somente quando acreditam que tudo está perfeito.

Há concurseiros, por exemplo, que só começam a resolver questões de concurso depois de lerem toda doutrina e jurisprudência correspondente ao assunto, não que isso seja errado, mas quando não começamos a praticar o que aprendemos corremos o risco de não fixar o conteúdo.

#LESÃO

O autor que mencionei fala de raros casos de pessoas que tem algum tipo de lesão na área do cérebro responsável pela tomada de decisão. Isso acarretaria uma perda no poder de decidir, causando um grave problema de procrastinação.

Embora raro, é interessante saber que isso pode ocorrer.

Uma comparação que acho interessante é o fato de ingerir bebida alcoólica trazer os mesmos problemas de “decisão” que uma lesão no cérebro, por isso é que você liga para quem não deve, dirige quando não pode e fala o que não queria quando bebe além da conta.

Depois de sabermos algumas das causas da Procrastinação vamos aprender 03 DICAS PODEROSAS para nos livrarmos desse mau hábito.

Dos milhares de livros que tratam do tema, muitos têm um ponto em comum, a procrastinação é uma “fuga da dor”, dor no sentido de desconforto, chateação, etc.  Isso acontece porque é inerente ao ser humano a “fuga da dor” e a “busca pelo prazer”. Prazer aqui significando satisfação, alegria, etc.

Quem adia uma tarefa está na realidade fugindo do desconforto de fazê-la e buscando “algo melhor” para fazer. Isso acontece basicamente por esse motivo:

Você não enxerga claramente os benefícios que aquela tarefa lhe trará no futuro.

Afinal, não é fácil encarar Controle de Constitucionalidade e saber que o aprendizado desse assunto é fundamental para sua aprovação, pois a felicidade dessa aprovação, para seu cérebro, ainda é algo um pouco distante, nada muito concreto, mas o prazer de sair com os amigos, bater um papo, ou até mesmo ficar navegando na internet é algo bem mais real, o que torna essas atividades bem mais prazerosas.

Mas não se culpe muito por isso, seu cérebro de primata não está acostumado a esperar por tanto tempo, afinal durante milhares de anos o homem foi acostumado a pensar somente no amanhã, no máximo na próxima estação.

Mas então, como eliminar essa procrastinação?

1. Entenda sua motivação

Pode até parecer brincadeira, mas muita gente entra na vida de concurseiro e não tem a minha ideia do porquê está nessa vida, quais as razões lhe trouxeram para esta rotina extenuante de leituras e exercícios.

Entendendo qual a sua real motivação, lembrando disso constantemente, você poderá facilmente colocar na balança o peso de sua MOTIVAÇÃO de um lado e do outro as tarefas ou TENTAÇÕES que estão competindo por sua atenção.

Claro que se você definiu perfeitamente o que lhe dá forças nessa jornada de concurso, as tentações serão muito menos atrativas.

Faça esse exercício, pare algumas horas e reflita sobre o verdadeiro motivo que fez você decidir estudar para concurso. Depois disso cerque-se de lembretes que lhe remeterão a essa motivação, pode ser anotação no celular, contracheque do cargo que você quer colado na parede do seu quarto, etc.  O importante é que isso esteja impregnado no seu cérebro.

2. Você não é um

Não é história de dupla personalidade, mas a verdade é que nos dividimos constantemente em o Eu-Hoje e o Eu-amanhã.

O Eu-Hoje é que promete fazer algo no fim de semana, por isso que não fará hoje.

O Eu-Amanhã é que receberá a tarefa para fazer porque o Eu-Hoje não quis fazer naquele momento.

O problema é que as circunstâncias que cercam essas “duas pessoas” são diferentes.

No dia que você prometeu fazer depois aquela atividade, você estava confiante, empolgado, tinha certeza que daria tudo certo conforme o planejado. É só lembrar de suas promessas de fim de ano, prometemos tanta coisa e naquela ocasião temos a certeza que vamos cumprir tudo.

Mas as circunstâncias que o Eu-Amanhã terá que cumprir as promessas são bem diferentes. Você pode estar cansado, estressado, naquele dia, pode ter acontecido algum imprevisto, ou seja, você não conseguirá fazer o que prometeu.

A dica nesse caso é colocar armadilhas para o Eu-Amanhã.

  • Despertadores no celular para suas várias atividades é um exemplo. Você determina a hora exata de começar uma atividade e marca no celular, coloque mais outro alarme 10 minutos depois para garantir que não irá deixar para depois.
  • Deixar todos os livros separados, como todo material organizado, funciona para não dar tempo do “cérebro pensar muito” e desistir de estudar.

Você escolhe suas “armadilhas” para cada momento que achar que não irá conseguir cumprir o que você determinou.

Esse conceito é retirado da psicologia, chamado de ENERGIA DE ATIVAÇÃO, mas é assunto para outro artigo.

3. Divida a tarefa

Outro motivo que deixamos algo para depois é porque nos assustamos com o tamanho da tarefa.

Afinal, olhar para um livro de 1.000 páginas e não desanimar só é possível sabendo que não o leremos todo de uma vez.

Como exemplo darei algo que fiz quando me preparei para o cargo de Auditor Fiscal do Trabalho.

O desafio era aprender definitivamente Direito do Trabalho.

Minha primeira tarefa imposta foi ler um livro mais leve sobre o assunto, escolhi o do Renato Saraiva, um livro de poucas páginas, acho que em torno de 300.

O segundo passo foi resolver algumas provas dessa disciplina e verificar meu nível de aprendizagem.

Um terceiro passo foi ler um livro mais completo, e escolhi o do Gustavo Felipe. Nessa etapa decidi começar a me aprofundar nas Súmulas e Orientações do TST.

Por fim, comprei um terceiro Livro para consulta, o da Vólia, nisso já resolvendo o máximo de questões que eu encontrei, avaliando constantemente meu desempenho.

Agindo dessa forma, fui capaz de progredir conscientemente nessa disciplina e fazer a pontuação necessária na hora da prova.

Querendo saber um pouco mais sobre minhas estratégias no mundo dos concursos você encontra muita dica importante no meu livro Finalmente Concursado.

Então pessoal, o conteúdo do artigo está lhe ajudando em algo? Espero que sim.

#DESCULPAS MENTAIS

Eu gostaria de falar agora sobre algumas DESCULPAS MENTAIS que temos o costume de usar.  Elas servem para deixar para depois algo que precisa ser feito agora, ou seja, são aliadas da procrastinação.

Sua tarefa será vigiar esses pensamentos e verificar como eles interferem nos seus projetos e sonhos.

Entenda que nosso cérebro vai se moldando com o tempo, ou falando de outra forma, vai se adaptando ao que fazemos, por isso, quanto mais desculpas damos (mesmo inconscientemente), mais ele, o cérebro, se convence que está agindo da forma correta.

O autor S. J. Scott fala de 07 desculpas mentais, irei resumi-las para você.

01. Não é importante

Esse pensamento ocorre quando não conseguimos visualizar de maneira clara o benefício que aquela ação irá nos trazer, inclusive já falamos um pouco sobre isso nesse artigo.

Defina o que é importante em sua vida, e terá mais chances de não procrastinar nas ações que moldarão seu destino.

02. Eu preciso fazer ______ primeiro.

Temos a terrível mania de dizer que só começaremos um projeto após concluir outro, ou só começar a fazer provas depois que fizermos um cursinho, ou ler quantidade “x” de livros.

Não quero dizer que o planejamento não é importante, o mal está em usar isso como pretexto para adiar o que é realmente importante.

03. Eu preciso de mais informações para poder começar.

O concurcurseiro é campeão nessa “desculpa”.

Mas é natural não se sentir completamente preparado para encarar uma prova. Mas acredite, nunca nos sentiremos 100% seguro.

Seja realista com você mesmo, mas não se julgue incapaz.

04. Eu me sinto sobrecarregado e tenho muita coisa para fazer.

Raramente você encontrará alguém que lhe diga: Estou tão desocupado hoje.

Em nossos dias virou moda dizer que está sobrecarregado. Mas o pior é que muitas vezes estamos mesmo no limite de nossas forças.

Nos livrar da sobrecarga não é fácil, mas podemos parar e pensar o que é realmente importante em nossa vida, isso ajudará a executar o que realmente  importa.

05. Eu não tenho tempo agora.

Embora pareça como pensamento anterior, esse tem uma particularidade. Culpa a falta de tempo para não se dedicar ao que deve ser feito.

Organização e sinceridade é o remédio para este pensamento. Quanto mais nos organizamos, mais temos a capacidade de priorizar o que é realmente importante em nossas vidas.

06. Eu continuo me esquecendo disso.

É claro que todos nós nos esquecemos de alguma coisa durante o dia.

Mas o esquecimento crônico pode esconder a resistência profunda em relação a uma tarefa ou um projeto.

Verifique se isso não está acontecendo com você, observe até que ponto o esquecimento está afetando a conclusão de suas tarefas.

07. Não estou com vontade de fazer isso.

Este pensamento é o mais inútil de todos que vimos até aqui.

Quem disse que devemos ter vontade para começar uma atividade?

Claro que não. Podemos começar totalmente sem motivação ou coragem para certa atividade, mas quando começamos, com o passar do tempo essa atividade pode até chegar a ser prazerosa. Isso é bem comum com a atividade física, vamos nos arrastando até a academia e voltamos pulando.

O que você achou desses “pensamentos”, identificou algum em você?

Como disse no início, vigie seus pensamentos, pois eles se transformarão em suas ações e estas farão o seu destino.

Então meus amigos, como vimos É PLENAMENTE POSSÍVEL NOS LIVRARMOS DA PROCRASTINAÇÃO, teste cada uma destas dicas e veja quais se adequam mais a sua realidade.

Deixe seu comentário no artigo, terei o maior prazer em responder.

Ah, querendo compartilhar esse artigo é muito fácil, basta procurar os botões logo abaixo.

Grande Abraço e Sucesso Sempre!


Veja também:

Conheça as obras do autor (Clique aqui!)

LEIA TAMBÉM
COMENTE

2 respostas para “Procrastinação, elimine esse hábito da sua vida [Agora!]”

  1. Me identifiquei muito. Tá faltando melhorar minhas classificações e pra isso sei que preciso me esforçar mais. Muito bom! Obrigada! 🙂

  2. Gabriel disse:

    Me identifiquei enormemente. Quero estudar melhor Direito, porém ultimamente não estou conseguindo.

    :<

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.