FGV publica nota de esclarecimento sobre a estruturação de peças no ‎Exame de Ordem

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
noway

Pessoal, acabou de ser publicado no site da FGV uma nota de esclarecimento sobre a proibição de estruturação de roteiros de peças processuais e anotações pessoais no Exame de Ordem que gerou tanta discussão nos últimos dias.

A nota esclarece que nada mudou. Que a proibição é a que sempre existiu.

Marquem seus amigos para tranquilizá-los e vamos em frente!

Leia a nota na íntegra:

ESCLARECIMENTO

A Fundação Getulio Vargas e a Coordenação Nacional do Exame de Ordem Unificado esclarecem que a proibição de estruturação de roteiros de peças processuais e/ou anotações pessoais é regra aplicável a todas as edições da prova, por caracterizar procedimento de consulta irregular, não se configurando em inovação do atual edital normatizador do certame.

Ratifica-se que, quando verificado pelo fiscal advogado que o examinando se utilizou de tal expediente com o intuito de burlar as regras de consulta previstas, formulando palavras, textos ou quaisquer outros métodos que articulem a estrutura de uma peça jurídica e/ou de anotações pessoais, o uso do material será impedido, sem prejuízo das demais sanções cabíveis ao examinando.

Brasília, 21 de agosto de 2015

(Para acessar a nota clique aqui!)

Veja também:

Conheça as obras do autor (Clique aqui!)

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *