Dicas para o Concurso do INSS – com Edital previsto para dia 22

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
shutterstock_93841864

O INSS – Instituto Nacional do Seguro Social – publicará o edital para concurso público, com previsão para o dia 22 de dezembro. Há, também, a previsão de que a prova será realizada entre o final de março (dia 20 ou 27).

Serão 950 vagas distribuídas da seguinte forma: 800 vagas para o cargo de técnico do seguro social – nível médio – com remuneração atual de R$ 4.614,87, podendo chegar a R$ 5.259, 87 após seis meses; e 150 vagas para analista do seguro social – graduação em serviço social – com remuneração de R$ 6.832,89 a R$ 7.869,09. Apesar de o número de vagas ser de 950 o INSS tem chamado uma quantidade bem maior do que o número previsto de vagas, devido à carência de servidores.

Com a dispensa da licitação, já está definida a banca organizadora que será o CEBRASPE – Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (antigo CESPE). As provas passadas realizadas por esta banca foram de questões do tipo “Certo ou Errado”, o qual a cada resposta incorreta, anula-se um ponto de uma resposta correta.

Então, vamos às dicas do Professor Eduardo Tanaka para quem quer ser aprovado neste concurso do INSS:

– Privilegie o estudo do Direito Previdenciário – historicamente, o INSS quer selecionar para seus quadros, candidatos que conheçam bem o Direito Previdenciário, pois como todos sabem, seus servidores trabalham, precipuamente, com os benefícios previdenciários. Nos dois últimos concursos, do INSS para técnico do seguro social, cerca de 2/3 (dois terço) da prova foram compostos exclusivamente por questões de Direito Previdenciário.

– Estude a tendência de distribuição de assuntos das provas anteriores – nas duas últimas provas do INSS, para o cargo de técnico, a distribuição dos assuntos da prova na matéria de Direito Previdenciário foi, aproximadamente, a seguinte: 10% Parte do Custeio, 30% Parte Geral e 60% Parte de Benefícios. Isso significa que dentro dessa matéria é requisito importante (na prática, até um pré-requisito) dominar o tema referente a benefícios.

– Materiais de estudos – tenha acesso a bons materiais de estudos, como livro, apostila, dicionário jurídico. E um detalhe importante é que os materiais devem estar atualizados à data da publicação do edital, em virtude de diversas alterações na legislação previdenciária. O livro mais atualizado para este concurso do INSS e que recomendo é: “Direito Previdenciário” – Eduardo Tanaka – Editora Método / GEN (para conhecer a obra, clique aqui).

– Monte sua estratégia – o concurseiro deverá organizar seus horários de estudo e dividir seu tempo disponível entre: assistir as aulas, estudar as matérias, revisar as matérias e fazer questões de concursos públicos. Atualmente, há diversos cursos preparatórios tanto presenciais como virtuais, com suas vantagens em cada modalidade. Se você já passou por essa fase, é importante revisar toda a matéria, resolver questões e fazer provas simuladas, preferencialmente, de concursos passados do CESPE.

– Estude o edital – após a publicação do edital é fundamental que o concurseiro leia e estude o edital, que nada mais é do que as regras do concurso que ele pretende fazer. É importante saber o que pode e o que não pode fazer no concurso, distribuição de vagas e, principalmente, as matérias com seus conteúdos e respectivos pesos na composição final da nota. Assim ele poderá traçar um melhor planejamento de estudo, focado exclusivamente no edital.

Sobre o autor: Eduardo Tanaka é Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Professor de Direito Previdenciário de diversos cursos preparatórios. Autor de diversas obras sobre Direito Previdenciário, voltadas para concurso público. Para saber mais e conhecer suas aulas, clique aqui.


Veja também:

Conheça as obras do autor (Clique aqui!)

LEIA TAMBÉM
COMENTE

2 respostas para “Dicas para o Concurso do INSS – com Edital previsto para dia 22”

  1. vitoria disse:

    Este livro já possui a lei sancionada em junho deste ano e as demais alterações da legislação previdenciária deste ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.