Sutilezas do novo CPC: tutela provisória antecedente e o prazo de complementação da petição inicial

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
Vector bomb before explosion

O novo CPC criou a chamada tutela provisória antecedente na hipótese de urgência, o que possibilita a apresentação de petição inicial contendo apenas o pedido de tutela provisória. Os demais pedidos e fundamentos devem ser veiculados em momento posterior, na forma do art. 303. Porém, curiosamente, o prazo para complementação da petição inicial varia caso seja a tutela deferida (prazo mínimo de 15 dias – § 1º) ou indeferida (prazo máximo de 5 dias – § 6º). Essa distinção, a meu ver, pode prejudicar a utilização do instituto, em razão do receio da parte de, no caso de indeferimento, ser fixado prazo muito curto para o aditamento.


Veja também:

Conheça as obras do autor (Clique aqui!)

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.