Sutilezas do novo CPC: Inquirição direta de testemunhas

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
Depositphotos_85913612_m-2015

O art. 459 muda a forma de inquirição das testemunhas na AIJ. Em vez de perguntas formuladas pelos advogados ao juiz – que as direciona ao depoente -, os advogados farão perguntas diretamente às testemunhas (cross and direct examination). Cabe ao juiz inadmiti-las se impertinentes ou ofensivas. As perguntas indeferidas constarão da ata.


Veja também:

Conheça as obras do autor (Clique aqui!)

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Uma resposta para “Sutilezas do novo CPC: Inquirição direta de testemunhas”

  1. Roberta Resende disse:

    Na prática não tem feito diferença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.