Corrupção no Exame da OAB e em concursos públicos

0
notas
0
likes
0
notas
0
likes

A corrupção virou a palavra da moda nos últimos tempos. Sem dúvida, é um tema importante e todos precisamos e devemos combatê-la. Infelizmente, apesar de todos dizerem combatê-la, quantas vezes não vemos os políticos que dizem ser combatentes incansáveis, denunciados e investigados em casos de corrupção?!

Vergonha desses políticos, não? Sem eles, o Brasil seria um lugar bem melhor de se viver, não é? Mas, você já se questionou o por quê de sempre termos políticos corruptos? Seriam os nossos políticos uma exceção ou uma regra da nossa sociedade? Pergunto a você, meu caro leitor, principalmente aquele que se prepara para o Exame de Ordem, você é Ético ou corrupto em relação ao Exame de Ordem?

Infelizmente, ao longo da minha trajetória como professor de curso preparatório, tive contato com diversas situações de alunos envolvidos com casos de “corrupção”, como se estivessem fazendo a coisa mais certo do mundo ou tirando vantagem, mas sem fazer mal a ninguém. Pura ilusão!
Em primeiro lugar, vale lembrar que a corrupção e a degeneração da moral criando uma ética flácida, a qual revela muito do tipo de sujeito que somos e da forma como pretendemos influenciar as pessoas à nossa volta, a nossa sociedade. Atitudes éticas tem o potencial de criar um ambiente ético, saudável ao nosso redor. Atitudes corruptas, tendem ao contrário.

Outra questão que se deve levar em conta é que a corrupção tem um alto potencial destrutivo, seja ao próprio corrupto ou as pessoas a sua volta. No universo do Exame de Ordem, os corruptos agem em diversos momentos, infelizmente.

Existem os cursinhos “piratas” que oferecem material duvidoso, com informações equivocadas ou desatualizadas, com uma preparação muito inferior a necessária, porém com valores muito abaixo da realidade, do investimento que um curso precisa, e que é necessário para oferecer uma boa qualidade. Fuja desses cursos, não coloque sua preparação em risco confiando neles.

No entanto, nem sempre os candidatos são vítimas da corrupção, às vezes, eles atuam diretamente promovendo práticas corruptas. Antes da popularização da internet, alguns cursos ofereciam aulas gravadas em DVD ou CD’s e inúmeros alunos faziam e redistribuíam cópias ilegais, desrespeitando e lucrando em cima dos direitos autorais de terceiros.

Nos dias de hoje, quantos não compartilham o seu acesso pessoal no site de videoaulas para outros alunos? Ou compartilham PDF’s de livros de maneira indevida?

Há ainda aqueles que prometem revelar segredos, truques e atalhos infalíveis para a sua aprovação. É segui-los e….bang…aprovação! Claro, essa revelação mágica só é disponibilizada caso você compre o livro tal, participe da oficina “x” ou se matricule no preparatório “z”. Isso é corrupção porque oferece algo que simplesmente não existe, prometem algo impossível de ser entregue.

A corrupção não é uma prática que só existe no mundo do outro ou que só faz mal quando é outro que a pratica. Corrupção é ruim seja quando é o outro ou quando você mesmo é o corruptor.


Leia também:

Conheça as obras do autor (Clique aqui!)

LEIA TAMBÉM