Isabella Almeida ensina como organização e determinação ajudam a passar em Concursos Públicos

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes

Conhecida por seus guias de planejamento que ajudam diversas pessoas a passarem em concursos, Isabella Almeida lança obra abordando todos os aspectos necessários para auxiliar concursandos a se organizar e conseguir um bom desempenho nas provas.

Abordando as principais dúvidas e dificuldades enfrentadas pelos candidatos, o livro Concursos Públicos: Planeje Sua Aprovação ensina de forma clara e dinâmica como estudar pode ser fácil, desde que haja organização e disciplina.

 

Por se identificar com os estudantes de concursos, Isabella desenvolveu sua obra baseada na análise de centenas de casos reais, alguns vivenciados pela própria autora.

 

Por se identificar com os estudantes de concursos, Isabella desenvolveu sua obra baseada na análise de centenas de casos reais, alguns vivenciados pela própria autora. O seu diferencial, assim, é o apoio real ao estudante, mostrando que, de forma eficiente, organizada e dedicada, a aprovação é um fato! “Muitas vezes me sentia desamparada, pois nunca ninguém havia me falado como estudar. Eu tinha cursos, livros e professores, porém não sabia como estudar de fato. A minha trajetória de estudos foi cheia de percalços, e também de muito aprendizado e conquistas”, conta a autora.

 

“[…] tudo com o objetivo de que o leitor consiga conduzir seus estudos de forma eficiente e organizada para alcançar a tão sonhada aprovação”

 

Além de todo o conhecimento teórico e a análise de casos reais, o livro traz a “Oficina do planejamento”, na qual o leitor irá conseguir montar seu próprio cronograma de estudo. A obra possui atividades para reflexão e autoanálise e módulos com aulas on-line para complementar a abordagem de determinados assuntos.

Confira a entrevista:

Como você entrou na área de concursos?

Quando me formei em Direito não sabia exatamente o que fazer depois. Cheguei a advogar por um tempo, mas não gostei muito. Depois disso montei meu próprio escritório, mas tornou minha vida muito corrida e sem férias. Eu só trabalhava e não descansava.

Então, pensando em algo que me faria mais feliz e também na estabilidade financeira, decidi prestar concursos. No começo não foi fácil, porque, quando você presta um concurso, acaba recebendo diversos materiais para estudo e isso faz que o estudante se perca e se sinta desamparado.

E a ideia do planejamento, como ela surgiu?

Enquanto eu estudava, sentia que faltava algo. Que todo aquele material sem um norte de estudo atrapalhava.

Para quem faz um curso on-line é mais difícil ainda, porque são diversos vídeos, matérias e aulas e isso te perde um pouco. E por estar perdida também, eu percebi que precisava me organizar e planejar melhor os meus estudos. Estabeleci minhas metas e fiz o meu planejamento, e, quando eu vi que esse planejamento não só me ajudava, como outras pessoas também, decidi tornar isso um negócio e ajudar outras pessoas.

No começo desse seu novo negócio de planejamentos, você passou por alguma dificuldade?

No começo eu cheguei a ficar bastante chateada com algumas coisas. Eu vi pessoas vendendo os meus planejamentos como se fossem delas e por conta disso tive dificuldades financeiras, também cheguei a ver sites copiados integralmente do meu. Mas, depois de um tempo, percebi que as pessoas continuavam me procurando porque o meu trabalho é bom, porque eles viam que eu entendia o que eles estavam passando. Muitos desses sites não possuem o feeling do negócio, não sabem o que se passa na cabeça de um concursando.

Ainda sobre os planejamentos de estudo. Como são feitos? Que características da rotina do concursando são consideradas importantes?

Quem adquire o planejamento responde a um questionário. Nele irá constar a rotina, a trajetória de estudos, qual curso irá prestar, quais dias e os horários serão usados para o estudo, o tempo que a pessoa determinou para se dedicar a isso e se já foi aprovado em algum concurso ou não.  Outro fator importante é se o concursando está acostumado a fazer resumo dos exercícios e também se ele está disponível para estudar mais tempo que o programado.

É possível trabalhar e estudar para concurso? Qual a sua dica para essas pessoas?

Sim, é possível. O que diferencia é a dedicação que o estudante vai dar aos estudos, ou seja, ela deve ser maior. Ele deve reconhecer a sua condição e usar todo o tempo disponível para o estudo, seja indo ou voltando do trabalho, quando chegar em casa ou nos fins de semana.

Quais são as atitudes/ hábitos que mais atrapalham um concursando? O que ele deve fazer para mudar?

A responsabilidade tanto da aprovação quanto da reprovação é do concursando. Ele deve sempre fazer uma autoanálise de todas as coisas que atrapalham o estudo e o que ele deve fazer para mudar isso. Uma das coisas que mais dificultam o estudo é a procrastinação e isso deve ser eliminado da vida do estudante. É preciso definir suas prioridades e se focar nelas. É preciso fazer o que for preciso para estudar, se passar no concurso for a sua prioridade.

Existe uma forma de se balancear a vida social com os estudos intensos?

Existe.  É difícil, principalmente porque no começo ninguém sabe como balancear os estudos com o descanso. Para tudo deve existir um equilíbrio. Como por exemplo, estudar nos fins de semana, o estudante pode estudar pela manhã e sair ou descansar à tarde. A parte do lazer é importante, porque você pode se sobrecarregar e seu rendimento nos estudos irá cair.

Qual o seu conselho para quando faltar uma semana para prova?

Eu sempre recomendo que, se possível, os estudos para o concurso devem terminar uma semana antes da prova, porque isso deixa a semana seguinte dedicada para a realização dos exercícios feitos anteriormente pela banca examinadora e também pode ser usada para descanso, assim o concursando está relaxado e pronto para a prova.


Conheça a obra da autora (Clique aqui!)

 

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.