Chicanny Rabullah endurecendo a Lei: a Lei de Godwin

Chicanny Rabullah endurecendo a Lei: a Lei de Godwin…

0
Comentários
0
likes
0
Coment.
0
likes
Chicanny Rabullah endurecendo a Lei: a Lei de Godwin

Um pouco de humor jurídico! O “jurista” contramajoritário Chicanny Rabullah!

Humor é sempre uma boa opção! Ele ressuscitou, não como Lázaro, mas como um lazarento… (Chicanny foi baseado em um antigo personagem meu, o Hagámaçom Mente Pedreiro, que eu publicava na fantástica revista “Engenho e Arte”, cujo editor era o fabuloso João Guilherme da Cruz Ribeiro, que, inclusive, desenhou Chicanny há 15 anos. Abraço, João!). Por sua vez, como fã do Casseta e Planeta e do Agamenon que sou, o personagem, um picareta que falsificou diploma para se fingir de iniciado e ingressar em um loja, era baseado no escroque Agamenon, como uma homenagem àqueles brilhantes autores!!! Por isso a opção por esse estilo besteirol meio tosco…

Desta vez, fazemos uma homenagem mais intensa ao maravilhoso universo fictício criado por George Lucas, ao tratarmos de outro universo fictício.

Chicanny Rabullah endurecendo a Lei: a Lei de Godwin…

Tá bom! Absurdo mesmo esse Holograma antigarantetílico. Sim, pode deixar que pra derrubar essa gentalha é só aplicar a Lei: a Lei de Godwin… Obrigado, tchau.

Você acredita que tem uma turminha agora que ousa discordar de nós, luminares do galacticamente correto, e ataca tudo pelo qual lutamos? Que anda publicando coisas que conseguimos esconder da plebe ignara por décadas?  Tudo que fizemos na esfera penal para implantarmos, gradativamente o Império Galáctico, sem que eles percebessem?!

Ah, mas não fica por isso não, o Império vai contra-atacar.

O que o meu amigo, Darth Jênius, estressadíssimo, acaba de me contar é algo terrível!  Ele até já soltou um holograma,  que infelizmente ninguém entendeu, citando autores de vários Sistemas Solares.

Há uma rebelião em andamento.  Eles lançaram um holograma em que insinuam que nós não nos preocupamos com essa plebe ignara pagadora de impostos, mas que damos  apoio SOMENTE aos que eles chamam de bandidos e terroristas espaciais.  Como puderam?!! Um holograma revelando os mistérios do Garantetilismo Sacrossanto?!

Negamos espaço a eles por tanto tempo!  Ah, essas malditas redes galacticossociais… Temos que implantar a “regulação” desses meios…

Tenho que pensar em algum estratagema para quebrar essa gente, porque com argumentos não vai dar…

Que isso na TV?  Ah, aquele filme horroroso daquele planetinha do Sistema Solius, com um tal “Mágico de Az”… mistura magia com baralho… Que personagem é aquele?? Ah, grande idéia, a falácia do espantalho, como não pensei nisso se acabei de falar com meu amigo que é Mestre: Sith e nessa falácia…

Bom, primeiro vou gravar um holograma. Vou caprichar no espantalho: “Liderado por rebeldes do Ministério Público Universal, foi lançado um terrível holograma em que afirmam que todos os processados pelos tribunais galácticos não devem ter direito algum a nada e devem ser imediatamente jogados em masmorras onde sofrerão toruras e sevícias”.  Claro que eles não dizem nada disso, mas o que importará é a versão que contamos: nossos simpatizantes nunca vão na fonte primária… Mesmo que vão: usamos a Força para confundir mentes fracas e eles continuarão concordando conosco.

Tenho que dizer também que a plebe ignara é imbecil e não sabe de nada, mas como posso falar isso sem que a plebe perceba? Hummm! Já sei: “Sem qualquer arcabouço jurídico-galáctico, baseiam-se apenas no “senso universal”.

E mais, posso distorcer à vontade: “Usam o tétrico holograma para atacarem, também, a Karib Death Star ea East Death Star”.  Não disseram, mas sei que odeiam essas estações…

Agora, um pouquinho da Lei de Godwin:  “Parece mesmo com aqueles Nazivaders que destruíram Alderaan”.  Não, isso não está sutil, é coisa de quem não tem estilo.  Temos que disfarçar um pouco, vou usar um… “eufemismo”, lembrando do Império Farcci: “São pensamentos Farccistas que não são aceitáveis em membros do Ministério Público Universal, que deveriam defender a República da forma que nós pregarmos”.  Ficou ma-ra-vi-lho-so…

Vamos fazer um pouco de futurologia, é sempre bom: “Eles dizem, pasmem, que desmasmorramento mata.  Absurdo! Daqui a pouco vão querer impedir o Indulto do Dia Intergaláctico dos Genitores, só porquê parricidas também vão ser liberados.  O que uma coisa tem a ver com a outra?  Por que a discriminação com os parricidas!  Discurso de ódio!”. Mandei bem demais!!!

Agora alegar que estamos bem intencionados e que só queremos moderação.  Já sei, precisava, mesmo, de uma frase de efeito:  “Não somos contra o trabalho de quem acusa: o que nós queremos é o Isentão!”.  Essa vai ser manchete!!!

Daqui a pouco eu termino o artigo.  Deixa eu fazer um carinho na minha lagarta de fogo de estimação (não, ela não queima…)  e ligar para meu amigo Dr. Degringola, Mestre em Ciências Ocultas e Letras Apagadas, pra ver se ele grava um holograma também.

Deixa eu procurar  um dos poucos blogs filiados à SAM[1] ainda não falidos pra tentarmos bombar entre seguidores de sempre.  Esses rebeldes vão se ferr…Alô, o quê?! Outro holograma deles? Que?! Falam em o quê? Demonicídio? Será que estão querendo nos matar?  Ah, Democídio, seja o que isso for me preocupa, tudo que é contra o Demo me preocupa!!

Chicanny Rabulla, protagonista e narrador de suas próprias histórias, é um membro do Ministério Público Esotérico, um dos ramos do Ministério Público Universal e elabora pareceres em processos que tramitam na Corte Maior da Justiça Esotérica. Cansado de não ser bem votado para concorrer à lista de escolha para Procurador-Mestre, decidiu, há muito tempo, mudar de sonho: quer ser Ministro para mostrar,,, àqueles que nunca o prestigiaram…e para consagrar, de vez, o Garantetilismo Penal.

Chicanny é um personagem fictício de humor e não se refere a uma pessoa.  Antes que surjam protestos e desagravos, esclarecemos que este é um texto de humor, do tipo besteirol e que todas as histórias são absurdas e visam, apenas a divertir. Elas nunca são baseadas em um fato, uma pessoa ou um acontecimento real.

O autor, Adriano Alves, é Promotor de Justiça e discorda totalmente do protagonista.


[1] Sociedade do Aplauso Mútuo

Veja também:

Conheça as obras do autor (Clique aqui!)

LEIA TAMBÉM
COMENTE

Uma resposta para “Chicanny Rabullah endurecendo a Lei: a Lei de Godwin…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.